Skip to main content
Tendências para o setor imobiliário em 2016

Tendências para o setor imobiliário em 2016

O ano de 2016, assim como já foi o de 2015, será um período de grandes desafios para os corretores de imóveis e para o setor imobiliário em geral. As tendências são de que a crise econômica continue, de que o crédito sofra restrições e de que os juros ainda permaneçam altos por mais algum tempo. Ainda assim, como em toda época de crise, existem as oportunidades, que requerem um olhar atento do corretor para fisgá-las. Confira, a seguir, algumas tendências para o setor imobiliário em 2016.

Bom ano para o comprador

No ano de 2015 os preços dos imóveis tiveram queda real, se comparados à inflação. A expectativa é que esse declínio continue em 2016. A estimativa do boletim FipeZap – que avalia o cenário do mercado imobiliário brasileiro -, é de que os preços (em termos reais) voltem para os níveis de 2011 até dezembro de 2016. Com isso, aumentam-se as oportunidades para quem for adquirir imóveis para morar, pois os preços estarão mais acessíveis.

Tecimob - Site para corretor de imóveis e imobiliária

É bem verdade que o crédito imobiliário deverá estar mais restritivo no ano que se inicia, devido às altas taxas de juros. Por isso, as condições estarão favoráveis para quem puder dar uma boa entrada para diminuir o valor do financiamento.

Investimento de longo prazo

Para quem pensa em comprar imóveis para investir, 2016 também apresenta oportunidades. Afinal, o comprador poderá usar a famosa máxima “comprar na baixa, para vender na alta”. O cuidado, porém, é que dessa vez talvez seja preciso esperar um tempo maior até que haja uma nova valorização dos imóveis no país. De qualquer forma, como a economia é cíclica, o investidor de longo prazo pode ver no setor imobiliário alguns benefícios como a possibilidade de ter uma boa margem de lucro no futuro.

Cautela para o vendedor em 2016

Quem possui imóveis para vender, caso possa, talvez seja melhor esperar um pouco mais antes de fechar negócio. Com as tendências de queda de preços e declínio da demanda, a venda em 2016 renderá uma lucratividade mais baixa para o proprietário do imóvel em comparação a anos anteriores. Para não deixar as habitações vazias e arcar com os custos de manutenção, muitos donos de imóveis preferem o aluguel nessa época de crise e, em alguns casos, oferecem descontos generosos para conseguir locatários. Saiba algumas dicas para vender em tempos de crise.

Possível retomada no segundo semestre

Embora as tendências para 2016 possam não ser tão boas, o mercado imobiliário ainda sonha com uma possível retomada no segundo semestre, caso a economia dê sinais de crescimento nos primeiros seis meses do ano. Afinal, com a garantia do emprego e com o aumento do grau de confiança da população nos rumos do país, os consumidores se sentem mais encorajados a realizar financiamentos de longo prazo.

A divulgação, por parte do governo federal das regras do “Minha Casa, Minha Vida 3” em dezembro de 2015 também dá novo alento para o setor da construção civil no país.

Caso o período de “vacas magras” continue em 2016, os corretores de imóveis terão que se qualificar ainda mais para assegurar bons negócios. Profissionalização, uso de novas tecnologias e determinação são alguns dos ingredientes para fazer com que o novo ano seja marcado por êxitos.

E na sua opinião, quais serão as tendências para o mercado imobiliário em 2016? Como você pretende encarar o novo ano? Deixe seu comentário aqui no blog. Participe!

Deixe o seu comentário!

Comentários

Patrícia Alves

Customer Success - Trabalha para que o cliente utilize o produto ou serviço da maneira correta para alcançar seus objetivos, focando no, como o nome já diz, sucesso do seu cliente.

Deixe um comentário

2 Comentários em "Tendências para o setor imobiliário em 2016"

avatar
Levi Ernani Dalfovo - CRECI 5908- 11a.R/SC.
Visitante
Levi Ernani Dalfovo - CRECI 5908- 11a.R/SC.

O mercado de imóveis sempre vai existir. Sempre temos pessoas querendo melhorar a sua moradia e também sempre a família que estão aumentando e neste caso especialmente a família prefere e busca um imóvel maior. Haverá sim um ajuste na nossa economia os créditos serão um pouco mais difícil de se conseguir, mas não poderemos esquecer que já tivemos época que não havia crédito Imobiliário e também se vendia. Vai ocorrer um ajuste de valores do imóveis com toda certeza. Hoje os imóveis que estão com os seus valores compatíveis com a realidade estão sendo comercializados.

Andre Carlos - Cred 62.683
Visitante

Boa tarde, bem colocado como nosso amigo Levi mencionou, já tivemos tantas outras épocas sem crédito e sem financiamento e mesmo assim tivemos que fazer acontecer os negócios. Dessa vez não será diferente, teremos que acreditar em Deus e ir a luta.

wpDiscuz
Optimization WordPress Plugins & Solutions by W3 EDGE