Skip to main content
6 erros mais comuns ao divulgar imoveis na internet

6 erros mais comuns ao divulgar imóveis na internet

Tem sentido dificuldade ao divulgar imóveis na internet? Tem reparado que o dinheiro gasto com propaganda não está valendo a pena? Anda decepcionado com os resultados dos anúncios e não sabe mais o que fazer? Isso pode estar acontecendo por que talvez você esteja apostando na forma errada de divulgação. Infelizmente ainda é comum vermos vários corretores de imóveis desanimados com os resultados de seus anúncios simplesmente porque não conseguem identificar onde estão os erros da sua divulgação – e, acredite, eles existem.
O maior deles, sem dúvida, é voltar a maior parte dos seus esforços para os meios offline, e o motivo é óbvio: querendo ou não, a maioria esmagadora dos clientes está na internet. No entanto, existem vários outros erros que também acontecem com frequência, atrasando o desenvolvimento da sua imobiliária. Veja alguns deles agora e saiba onde corrigir a sua estratégia de divulgação.

1. Investir em anúncios em jornais impressos

Pense bem: de acordo com pesquisa da Google, 90% de todas as transações imobiliárias começam no ambiente online – então onde o cliente está? Bem, se ele está na internet, ele não está no jornal impresso. A verdade é que a web transformou completamente os meios de divulgação, tirando toda a força tanto dos antigos classificados quanto dos anúncios de página nos demais caderno. E não é para menos, hoje com os sites imobiliários e portais, os consumidores tem muito mais acesso a informações e fotografias ao contrário de abreviações e palavras cortadas. Sem falar que o valor é muito mais alto do que no ambiente online, ou seja, você está gastando dinheiro à toa.

Tecimob - Site para corretor de imóveis e imobiliária

2. Usar na internet os mesmos anúncios utilizados no jornal

O ambiente é outro, assim como são outros os recursos, a linguagem – e o público. Além de serem plataformas completamente diferentes, é possível transformar um Call to Action inteiro (como: “Saiba mais sobre esse imóvel entrando em contato conosco pelo tel xxx”) por um simples botão. Ou seja, há toda uma pobreza de recursos nos anúncios offline que fazem com que eles não funcionem na web que por sua vez, é muito mais dinâmica e tem uma linguagem própria. Além disso, a internet permite que você direcione seus anúncios de acordo com seu público alvo e com a sua localização de forma muito mais eficiente – e instantânea.

3. Site desatualizado espanta a clientela

Já pensou você adorar determinado carro que você encontra em um site – (cor, modelo, ano, preço) e quando entra em contato com o vendedor o carro já foi vendido? Mas como, se ele continua lá, no site? Por ele estar desatualizado você se sente meio ludibriado, não é mesmo? O mesmo acontece com os clientes do mercado imobiliário, que correm para a concorrência quando os imóveis que procuram não estão mais disponíveis, por terem sido vendidos, alugados ou estarem em fase de negociação. Para a divulgação ser eficiente, anúncios e sites devem estar sincronizados, e sempre atualizados.

4. Uso de “headers matadoras”

Frases de efeito, excesso de adjetivos, superlativos e clichês são péssimos para os negócios de qualquer ramo, principalmente no imobiliário. Apenas descreva os imóveis, fale o que é importante, destaque suas principais características, seus diferenciais, mas seja conciso – tanto nos títulos (headers) como em todo o conteúdo. Anúncios chamativos demais tendem a parecer enganação, e o que você precisa é justamente o contrário, ganhar a confiança do cliente através da seriedade, profissionalismo e ética.

5. Anúncios sem imagens ou com imagens de baixa qualidade

Hoje em dia não há desculpa, qualquer smartphone razoável é capaz de produzir ótimas fotos. Então, preste atenção em algumas dicas de fotografia, por exemplo, como evitar fotografar contra o sol, usar sempre luz natural, fazer fotos de todos os cômodos e configurar a câmera para a melhor resolução. Dá trabalho tirar um monte de fotos de cada um dos imóveis e depois colocá-las no site? Claro que não. Em uma boa plataforma você faz o upload em poucos instantes e rapidamente tem anúncios atrativos e eficientes, com todas as informações necessárias. Mas lembre-se: as fotos devem ser bonitas, atrativas e do maior tamanho possível, para que os clientes possam, assim, ver os detalhes.

6. Oferecer poucas formas para que o cliente o contate

O corretor de imóveis deve estar sempre disponível para receber o contato de seus clientes, seja a hora que for. Alguns podem ter facilidade para contatá-lo a qualquer hora do dia, outros apenas depois do horário comercial e outros só aos finais de semana. Da mesma forma, nem todo mundo gosta de telefonar, outros não gostam de escrever – e não é por isso que você vai perder a venda. Portanto, ofereça sempre bastantes canais de comunicação: e-mail, formulário de retorno, telefone fixo e celular, Whatsapp, SMS.

Assim você estará realmente apostando em uma divulgação eficiente para o mercado imobiliário e consolidando sua carreira de corretor de imóveis.

E você, como faz a divulgação dos seus imóveis? Já sentiu dificuldade por causa de algum desses erros? Conte para a gente a sua experiência!

Deixe o seu comentário!

Comentários

Henrique Fernandes

Customer Success - Trabalha para que o cliente utilize o produto ou serviço da maneira correta para alcançar seus objetivos, focando no, como o nome já diz, sucesso do seu cliente.

Deixe um comentário

Seja o Primeiro a Comentar!

avatar
wpDiscuz
Optimization WordPress Plugins & Solutions by W3 EDGE